*Este blog não é canal oficial para nenhum grupo ou personalidade; não visa atrair nenhum indivíduo ou grupo para fazer parte de qualquer grupo. Liberdade, Soberania e Abundância ilimitada para todos. Confie na sua intuição e procure sempre a validação ou não das informações postadas aqui em outras fontes. Você é o único dono de sua Energia (corpo.mente.alma.emoções), da sua Vida e o único Senhor de Si Mesmo, com a bênção do seu Criador.*

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

ENTUSIASMO e PAIXÃO



“ Não se pode lidar com um problema enquanto não admitir que o problema existe, a fera não vai desaparecer da floresta apenas porque ela é ignorada.  Existe um problema no mundo? É a Igreja? São os Governos? Existe um problema que se alimenta do nosso medo?  A resposta está dentro de cada um; existem memórias trancadas dentro de cada um de nós.   Uma máxima ensinada aos guerreiros Apaches é:  CONFIE NA SUA INTUIÇÃO.  O que está dentro de cada um é a verdade de cada um.  Se existe uma solução para tudo o que esta acontecendo a solução é buscar o seu ENTUSIASMO e a sua PAIXÃO.  O que quer que seja que acende aquela chama em sua vida - seja uma pessoa amada, seja uma atividade - deve ser buscado.  Porque  enquanto a chama do ENTUSIASMO e PAIXÃO estiverem queimando em sua vida, o espírito se fortalece, o individuo se fortalece e a habilidade para buscar e reconhecer a verdade pelo que ela é também se fortalece. “



Inspirado em

Robert Morning Sky

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

I S O N (7)

Acho que esta postagem encerra – por enquanto – o assunto ISON.

Opiniões diferentes, opiniões recentes sobre ISON.

Como sempre, discernimento, procure a confirmação ou não em outras fontes, o que pode acontecer somente em data futura. 



.==================================================.


Ison, o cometa [piadista] do século

sex, 29/11/13 por Cassio Barbosa | categoria Observatório - G1 GLOBO


http://g1.globo.com/platb/observatoriog1/category/uncategorized/


Nós estivemos acompanhando aqui no G1 e em vários outros sites toda a saga do cometa Ison, lembra? Desde que foi descoberto ele foi batizado de “cometa do século”. Isso porque ainda além da órbita de Júpiter, seu brilho já era o de um cometa que estivesse muito mais próximo. Aplicando-se os modelos que descrevem como o brilho aumenta com a diminuição da distância ao Sol, a previsão era de que seria possível que ele fosse visto até mesmo de dia. Esses modelos foram construídos em observações de cometas típicos durante décadas, sendo aperfeiçoados cometa após cometa.


Para que ele se tornasse o tal cometa do século, o Ison precisaria resistir a uma prova e tanto. Sua órbita previa um periélio (a menor distância até o Sol) tão curto que o cometa teria de atravessar a coroa solar sem ser destruído, tanto pelas imensas temperaturas, quanto pelas intensas forças gravitacionais. Os prognósticos eram ruins, mas outros cometas passaram por isso anteriormente e sobreviveram para contar a história, ainda que nenhum tenha ficado tão brilhante assim.


O fato é que o Ison não é um cometa típico e adora pregar peças nos astrônomos: ele estava brilhante onde deveria estar fraco; ele manteve seu brilho constante, quando deveria ter aumentado; sofreu uma violenta erupção, com a emissão de jatos, quando seu núcleo estava “adormecido”; e finalmente, perdeu brilho conforme se aproximou do Sol, quando deveria estar em seu máximo, e se desintegrou no periélio. Só que não!


Já há dois dias que venho acompanhado o Ison quase que de hora em hora, através das imagens obtidas pelos satélites que monitoram continuamente a atividade solar, como o Soho e os Stereo. Durante a tarde a expectativa pela passagem pelo periélio e a sobrevivência do núcleo após esse encontro tórrido com o Sol tomou conta de muita gente. Tanto que o site do satélite Soho, com as melhores imagens dessa passagem saiu do ar.


No meio da tarde o Ison mergulhou por trás do disco solar e suas últimas imagens não eram lá muito auspiciosas. Elas mostravam um cometa com “cabeça pontuda”, como se as partes externas de uma pedra fossem sendo desbastadas, até que uma bolinha brilhante se tornasse a ponta de um alfinete brilhante. Esse é o sinal de que o núcleo é consumido ou se desintegra. Em ambos os casos, destruído.


Durante algum tempo ainda, astrônomos ficaram debatendo se o Ison surgiria novamente nas imagens dos satélites, mas ninguém tinha muita esperança..


Quando já havia um consenso de que o Ison não teria resistido ao seu periélio, o Soho mostrou uma imagem em que é possível ainda ver uma tênue cauda surgindo na direção esperada para o cometa. Tipo cauda de um núcleo inexistente.


O que deve ter acontecido é que fragmentos do núcleo do Ison continuaram seguindo a órbita do núcleo, como uma bola de neve que vai se despedaçando durante o voo. Apesar das aparências e querer muito que fosse ele, sem dúvida nenhuma o Ison nos pregou outra peça!


Em primeiro lugar, o tal cometa sem cabeça foi interpretado como os fragmentos do núcleo exauridos de todo o gelo, portanto, com pouco brilho. Só a reflexão da luz do Sol nos destroços rochosos. Só que aos poucos o a ponta dessa agulha está se tornando mais brilhante.


Na última imagem do Soho, neste começo de madrugada, ele voltou a ter coma! Isso pode significar que uma parte do núcleo do cometa deve sim ter sobrevivido e está ativo, ou seja, ainda há gelo suficiente nele para formar a coma em volta do núcleo e uma pequena cauda! O cometa deve então seguir sua trajetória e voltar a ser observado no começo de dezembro, especialmente no hemisfério norte.


Mas, na real, eu não aposto em mais nada e termos de previsão para o Ison. Dois colegas meus “enterraram” o cometa mais cedo. Eu mesmo reescrevi este post 2 vezes e ainda estou esperando as imagens mais recentes para poder dizer alguma coisa com mais firmeza. Não duvido que mais tarde as imagens mostrem que essa coma seja a fragmentação derradeira dos destroços do núcleo, pondo um ponto final nisso tudo.


Mas uma coisa é certa. O Ison veio para animar o cenário de cometas. Astrônomos que lidam com imagens do Soho afirmaram que já viram centenas de cometas, mas nenhum como esse. Adaptando uma piadinha que correu no Twitter desse pessoal, “exemplos de mortos que voltaram à vida: vampiros, zumbis, Jason e agora o Ison”.


*Crédito: Agência Espacial Europeia


.==================================================.


Tanaath da Legião Prateada, em 01 dez 2013.


Tudo bem, tudo bem, o suficiente sobre ISON . É uma nave espacial. É uma nave espacial feita de um asteróide oco, principalmente usando uma trajetória balística , a fim de economizar energia em viagens, porque as pessoas que fizeram isso ainda sofrem de coisas como escassez e falta de , porque não dominam (ou perderam o domínio da) geração de energia da unidade acima. Ele foi enviado por um inimigo, mas fui informada pelo meu grupo (NT Silver Legion) que não está mais sob controle do inimigo. No entanto, ele foi de alguma utilidade, por isso não foi simplesmente explodido antes de entrar no sistema; E para o que? Aparentemente, ainda é informação operacional.


Portanto, aqueles que estão dizendo “é um cometa” e aqueles que dizem que "é uma nave espacial” estão ambos parcialmente certos . É um cometa que também é uma nave espacial. E não é uma "biosfera" de qualquer grupo amigável, embora as pessoas que o(a) criaram podem chama-la de ' Xanterexx ' .


E sinceramente, dizer agora, “nada de óbvio aconteceu” é sobre o melhor que poderíamos esperar desta “coisa voadora”. A alternativa – ao “nada de óbvio aconteceu” – nao seria muito divertida.


Haverá outro cometa no próximo ano, o que , sem dúvida, suscitará mais uma rodada de “fim do mundo” idiotice, mas voará sem causar danos ou se desintegrará de alguma forma. (Supondo que nada mude por aqui , pelo menos). E, em seguida, haverá outro em algum momento no futuro... Nunca faltarão rochas espaciais para as pessoas se apegarem e a ligarem a algum evento de fim de mundo. Assim como tem feito sobre cada rocha espacial que cruze os nosso ceus.


Não entrem nesse jogo. Estas rochas não são a questão. Independentemente de se tratar de naves ou rochas ou ambos, ou quem os enviou, desde que alguém lá em cima continue vivo e trabalhando ao lado dos terraqueos, elas não causarão qualquer dano a nós. Ponto final. E, enquanto isso, eu vou continuar a trabalhar nesse “Supondo que nada mude por aqui.”, porque eu quero ver este planeta libertado, e não mais continuar em um ciclo interminável de opressão e escravidão.


Essa é a última que eu gostaria de dizer sobre Ison .


.==================================================.


Tolec, do Conselho de Andrômeda, 03 dezembro 2013.

Biosfera Xanterexx e 2 naves espaciais acompanhantes Procyanas, do planeta Kaena - Atualização:

12.03.13.
Não importa o que qualquer entidade tem tentado fazer, incluindo uma recente operação – dirigida por "Illuminatis", autorizada na Terra, baseada na Lua – em tentativa fracassada de destruir a biosfera Xanterrex {diâmetro: 300 milhas} & as duas naves que a acompanham, absolutamente sem causa e efeito, nenhum dano qualquer ...


a biosfera Xanterrex e as duas naves que a acompanham estão ainda completamente funcionais, a caminho daqui ... chegada prevista, em uma orbita muito alta sobre a Terra em algum momento no nosso futuro próximo. Este planeta e seu povo estão prestes a viver algumas surpreendentes, experiências fantásticas como nunca antes em sua história moderna. Será positivo e uma grande mudança no modo de vida.


Conciso. Sem rodeios. Direto. Informação simples.
Verdade.


.==================================================.


ANIMAÇÃO DA NASA SOBRE O QUE ACONTECEU COM O COMETA ISON:


http://science.nasa.gov/media/medialibrary/2013/12/02/ison_anim.gif


.==================================================.