*Este blog não é canal oficial para nenhum grupo ou personalidade; não visa atrair nenhum indivíduo ou grupo para fazer parte de qualquer grupo. Liberdade, Soberania e Abundância ilimitada para todos. Confie na sua intuição e procure sempre a validação ou não das informações postadas aqui em outras fontes. Você é o único dono de sua Energia (corpo.mente.alma.emoções), da sua Vida e o único Senhor de Si Mesmo, com a bênção do seu Criador.*

quarta-feira, 2 de abril de 2014

O Demiurgo, a “Luz” e a Legião Prateada



Autora: Tanaath em 27/03/2014


[Tradução: Contato Estelar]


Eu li o artigo de Cameron Day “Por que eu não sou mais um Trabalhador da Luz”, logo depois que foi publicado, e adorei. Eu também adorei seu artigo "Diga aos ‘senhores’ do Carma Que Você é Um Ser Soberano - Não Mais Um Trabalhador da Luz parte 2”. Se você ainda não leu, sugiro que leia. São ótimos, ecoam algumas das coisas que eu e outros temos dito muito tempo sobre hierarquia e controle.

(NT: Os dois artigos nos links acima mencionados eu não encontrei traduzidos em português. Vou traduzi-los e postar aqui neste blog.)

A dicotomia entre 'Luz' e 'Escuridão', tal como apresentado no cerimonial do Demiurgo é uma falsa construção. Este planeta tem sido oprimido por um paradigma de hierarquia e controle. Recebemos duas falsas escolhas entre ser hierárquicos 'bandidos' ou ser hierárquicos 'mocinhos'. Ambos são em última análise ‘bandidos’, porque eles se baseiam na noção de que há sempre alguém acima de você que deve ser obedecido. Muitas vezes, esta figura que em ultima estância "deve ser obedecida" é representada como um "deus". Às vezes, os adeptos do paradigma tentam alegar que é a Causa Primaria (‘Source’). ERRADO.


(NT: ‘Source’: Causa Primaria, Fonte, Origem, Principio, – escolha a que soa melhor para você.)


O fato de que essa dualidade é uma falsa construção não significa que não há seres objetivamente ruins e o Demiurgo e suas forças não devam ser combatidos. Todas as partes do Demiurgo são ruins e definitivamente devem ser combatidas. Mesmo seu lado de falsa 'Luz'.


Vários atores espirituais e extra-dimensionais têm sido uma parte deste sistema de controle. Isso inclui uma grande quantidade de ETs que apresentam-se a você como salvadores e figuras de poder. Isto inclui 'arcanjos' operando dentro de hierarquias espirituais dos anjos, "mestres ascensionados", ou qualquer outra coisa que alegue fazer parte de qualquer hierarquia. Isso inclui uma grande quantidade de criaturas que são canalizadas, e praticamente qualquer coisa, em qualquer época, originada de qualquer instituição religiosa - com algumas exceções. Tem havido uma grande quantidade de energia e esforço investido na construção, manutenção, crescimento e expansão desse sistema de controle, e há uma grande quantidade de seres envolvidos neste projeto. Nenhum deles é seus amigo. Nenhum deles quer nada de bom para você. O que eles querem é a sua obediência e que alimente esta máquina. Não caia nessa.


Se algo, alguém, chegar a você clamando ser seu salvador, diga a ele para ir embora. Não há salvadores, porque o ato de ser um 'salvador' pressupõe a perda de capacidade e soberania dos "salvos”. Somos obrigados a agir em nosso próprio nome e não esperar por alguém para fazer isso por nós.


Se algo, alguém, chegar a você clamando estar acima de você de qualquer maneira ou modo, diga a ele para ir embora. Isto inclui os seres que afirmam ser parentes ou servos de 'Deus' ou que afirmam ser 'Deus'; Inclui seres alegando serem divinamente consagrados, que tem uma missão a realizar, que tem uma ordem a executar, que tem um mandato a cumprir, e assim por diante, como uma figura de autoridade; E inclui também seres que afirmam serem mais inteligentes, poderosos, mais sábios, mais "evoluídos", e assim por diante.


Se algo, alguém, chegar a você e exigir sua obediência, mande ir embora. As únicas coisas, seres que exigem obediência são coisas, seres, a serviço do Demiurgo. Mesmo a Causa Primaria não exige obediência.


Se algo, alguém, chegar a você clamando ser de uma dimensão superior e que por isso, consequentemente, tem o direito de fazer qualquer coisa com você, diga a ele para ir embora. Nada, ninguém, tem esse direito. E você tem o direito de defender-se contra qualquer coisa, alguém, que tente controla-lo.


Se algo, alguém, chegar a você falando ou exigindo que você obedeça a um suposto contrato ou acordo anterior, diga a ele para ir embora (depois de você rasgar / rescindir o contrato). Muitos desses supostos contratos foram feitos sob falsos pretextos, para fins de escraviza-lo. Você tem o direito de rejeitá-los e de se recusar a seguir, cumprir qualquer um deles.


(NT - Como você rescinde o “contrato” ? É simples, você diz: “Este contrato ou suposto contrato, não faz diferença para mim, está rescindido e agora vá embora.” Não são necessários rituais ou palavras mágicas ou qualquer outro bla bla bla.)


Se algo, alguém, se chegar a você tentando definir, para você, a sua identidade pessoal, diga para ele ir embora. Sua identidade é assunto seu e nada e ninguém tem o direito de definir isso para/por você. Você, e somente você, é o único arbitro de sua identidade. Da mesma forma, você não dita, não deve ditar, a identidade pessoal de outra pessoa.


A Causa Primaria não exige nada de você a não ser a sua melhor tentativa de viver de acordo com seu livre arbítrio. A Causa Primaria nunca vai emitir éditos, demandar obediência, colocar alguém acima de você, dar ordens a voce ou qualquer outra pessoa, ou enviar "servos especiais" para governa-lo e dizer-lhe o que fazer. Qualquer pessoa alegando isto não é proveniente da Causa Primaria, mas sim do paradigma de controle; do Demiurgo.


A Causa Primaria não se manifesta como uma voz em sua cabeça. A Causa Primaria se comunica conosco através da sincronicidade e daquele momento “aha!” quando temos uma consciência súbita ou percepção de algo que nós não percebemos antes, mesmo que todas as peças já estivessem lá, antes. A Causa Primaria usa 'coincidências' para nos fornecer as informações de que precisamos para ter sucesso, ou para nos envolvermos em algo ou alguma coisa. Às vezes temos consciência do toque da Causa Primaria, às vezes não. É uma sensação muito legal quando você se torna consciente disso.


Além disso, a Causa Primaria não age diretamente sobre a criação, se fizesse, seria partidário/a e, assim, deixaria de ser todas as coisas e, consequentemente, deixaria de ser a Causa Primaria. A Causa Primaria não pode personificar sem que esta personificação deixe de ser a Causa Primaria. A Causa Primaria é definida como tudo, todas as coisas e, portanto, não pode ser apenas uma coisa.


A Causa Primaria interage com a criação por meio de atores. Isto é, nós. Qualquer um de nós pode ser conscientizado de algo através da sincronicidade ou coincidência e pode aceitar ou não, 'o convite da Causa Primaria' para agir. É uma escolha de livre arbítrio, e se recusarmos, o convite será oferecido a outro alguém que possa fazer o trabalho, até que o trabalho seja feito. Somos todos Causa Primaria na medida em que somos parte de todas as coisas, e a Causa Primaria pode agir através de nós, mas isso não nos dá autoridade ou domínio sobre qualquer outro aspecto da criação.


Sim, existem seres com enorme poder pessoal. Isso ainda não lhes dá o direito de colocarem-se acima de qualquer outro ser. Há deuses (observe o 'g' minúsculo). Seres como Thor, Odin , Apolo, Atena, Shiva , Pele, etc. existem, são seres muito poderosos e alguns dos mais antigos na criação. Mas eles não são parte de uma hierarquia acima de você e não merecem a sua adoração, idolatria. Eles merecem a mesma consideração que você daria a qualquer outro ser vivo, e como atores inteligentes, merecem respeito de acordo com suas ações (o que pode não ser respeito nenhum em alguns casos). Há também os anjos, de vários tipos. Considere os deuses como os ‘primogênitos do universo’ e os anjos como os 'segundos nascidos do universo’ - como um irmão mais velho que pode ser um pouco maior e mais forte do que você, mas isso não significa que sejam melhores do que você (e alguns de vocês podem muito bem ser alguns deles - sim, eles encarnam também). Também não merecem obediência ou adoração automática. Sim, alguns tornaram-se imorais e juntaram-se ao paradigma de dominação e controle, mas muitos deuses e anjos ainda são livres e são anárquico - sem governantes. Se você encontrar um destes, trate-os como um igual. Eles não têm nenhum direito de governar você, de mandar em você. Rejeite qualquer deus ou anjo que tente colocar-se acima de você.


Sim, existem dimensões e são em camadas. Elas - as dimensões- , também não são uma hierarquia. Só porque nós aqui somos 3D não significa que alguém, que é 4D ou 6D ou 12D é melhor do que nós. Eles podem ter mais poder pessoal , quase certamente serão mais velhos do que o nosso corpo atual, e talvez tenham retido um pouco de sabedoria das memórias passadas que nos é negada...  mas eles não são melhores do que nós. Eles não estão acima de nós no sentido de nos controlar ou decidir o nosso destino ou futuro. As dimensões são densidades de existência, não de hierarquias de realização e poder. Pense nisso desta maneira, se você tem vários líquidos coloridos de diferentes densidades e despeja-os em um vidro claro, os líquidos vão formar um belo arco-íris. A fatia superior não é mais inteligente, melhor, mais digna, mais evoluída, ou naturalmente merecedora de domínio sobre as fatias abaixo dela. É apenas uma fatia de uma densidade diferente. Nem são as fatias de cor na parte de baixo do arco íris, estúpidas, fracas, ou merecedoras de qualquer tipo de escravidão ou dificuldades devido a sua posição dentro das densidades.


Sim, todos nós somos um, na medida em que todos nós somos parte da criação e criação é Causa Primaria. No entanto, esta não é uma corrida para a dissolução. É possível ser um com tudo e manter a sua identidade pessoal, personalidade e percepções. Este é todo o propósito de se existir como uma entidade separada. Não tenha pressa de se tornar o que quer que seja. Evolução não significa a dissolução do eu. Significa aprender mais coisas e ter experiências diferentes. Nem tampouco você é obrigado a gostar de todos os seus companheiros na criação. Você ainda é bem aceito ao discordar dos outros. O que você não está autorizados a fazer é tentar forçar os outros a fazer o que você acha que é melhor, independentemente da vontade dos outros. Aqueles que tentarem remover ou restringir em massa o livre arbítrio de outros seres, perdem o direito de existir; e podem ser legalmente removidos por aqueles que se sentem prejudicados.


As leis são criações das sociedades. Algumas leis estão mais alinhadas com o modo de vida natural do que outras, mas todas as leis são criações das sociedades. Isto significa que elas podem ser mudadas, o que significa que elas podem ser escolhidas. A Causa Primaria não faz leis. O que se alega serem "Leis de Deus" não vem da Causa Primaria. Sim, estas leis podem ter algumas coisas boas mas elas ainda assim não vem da Causa Primaria. Nós certamente ainda necessitaremos de alguma forma de lei em nossa sociedade; Até que a sociopatia deixe de existir e as pessoas já não sintam mais a necessidade de cometer crimes contra os outros, para obter vantagens, nós vamos precisar de algum sistema codificado de reparação e restauração. No entanto, precisamos repudiar a noção de justiça a partir da noção de obediência a uma entidade externa. As duas não são sinônimos. Estes conjuntos de variáveis de leis transmitidas a nós por várias figuras "Deus", sempre incluirão tópicos razoáveis como por exemplo "não roubar, não estuprar, não mentir, não assassinar“. Não há nada errado com isso. Os problemas começam quando se tenta incorporar tópicos não relacionados aos tópicos razoáveis, com o objetivo de reforçar o sistema de controle. O fato de eles terem algumas boas ideias, não lhes da autoridade sobre o resto. Assim como também nenhuma religião tem o monopólio sobre as boas ideias. Todas as sociedades humanas apresentam variações das coisas boas. Nossa moral nós não adquirimos de 'Deus' . Nós adquirimos da compreensão de que algumas ações prejudicam os outros, e da percepção de que não nos sentimos bem prejudicando os outros, como sociedade e como indivíduos.


A Legião Prateada não faz parte da falsa dicotomia do Demiurgo. Somos na verdade, anarquistas. Anarquia não significa caos destrutivo ou cada um por si. Significa "sem governantes". Não temos governantes. Cada Legionário, independentemente da posição ou cargo dentro da nossa organização, é igual . Há deuses e anjos na Legião Prateada, e você vai encontrá-los em camaradagem com todos os outros, contando histórias, fazendo ’brincadeiras’, desfrutando de comida e bebida (NT - só para esclarecer, 'comida e bebida' aqui é um instrumento de socialização e diversão,não uma necessidade de sobrevivência), e socializando, assim como todos os outros. Eles não recebem qualquer colocação especial ou consideração especial. Eles são tão rápido para dar a mão e ajudar como qualquer outra pessoa. Nossas 'patentes' são apenas a indicação do nível de responsabilidade de um indivíduo, não de sua autoridade para fazer exigências aos outros. A maioria das pessoas na Legião quer ser parte do que chamariam de 'soldados rasos', porque é aí que toda a diversão real acontece - toda a ação. A piada sobre 'promoções' é que os indivíduos promovidos bobearam e aceitaram o convite. A liderança fica principalmente envolvida na coordenação e administração (não em governar ou no poder), embora a liderança certamente não é avessa a dar algumas broncas, quando necessário.


Devido ao fato de que não somos parte da falsa dicotomia, não nos classificamos como 'Luz' ou 'Escuridão'. Eu usei muitas vezes o termo 'Guerreiros da Luz' para descrever-nos, para facilitar o entendimento, e porque a palavra "guerreiro" sozinha pode ter muitas conotações que não se encaixam no que somos. Na realidade nós não subscrevemos a dicotomia. Cerca de 95 % do nosso povo são pessoas que preferem fazer coisas que ajudam outros - servir aos outros. Não é que sejam 'bons' , não que sejam da 'Luz' , são apenas pessoas que estão motivadas a ajudar os outros em vez de procurar satisfazer os seus próprios desejos (ou cujos desejos principais são os de ajudar os outros), são os de Serviço aos Outros. Cerca de 4% são 'neutros', eles simplesmente não se importam de uma maneira ou de outra. E cerca de 1% são motivados a servir a eles próprios. Não 'escuridão', não 'malévolos', apenas motivados por interesse próprio, são os de Serviço ao Próprio. Todos são bem-vindos e todos têm um lugar na Legião. Os Serviço ao Próprio as vezes podem chegar a lugares e fazer coisas que os Serviço aos Outros não conseguem. Somos capazes de oferecer aos Serviço ao Próprio algo em troca que eles consideram justo. A maioria deles fica conosco simplesmente porque são tratados com respeito e podem fazer o que quiserem, desde que não machuquem de qualquer modo a qualquer um. Nós não os julgamos. Eles são bem-vindos desde que concordem em seguir os códigos de conduta e ética que exigimos de todos os nossos Legionários .

Na verdade, temos uma espécie de 'teste idiota' para os novos recrutas . Há algumas pessoas em nossas fileiras que são das espécies do "mal". Eles são tipicamente muito egoísta por conta de sua raça. Eles também são altamente visíveis. Novos recrutas são orientados a não machucar outros Legionários. Os Legionários recrutas que se fixam nestas supostas raças do 'mal' e tentam prejudicá-los, falham no teste. A primeira vez que - um recruta - tenta isso - machucar um das supostas raças do 'mal' - eles recebem um discurso de repreensão, na enfermaria (ou após terem sido curados ou trazidos de volta à vida, se necessário) sobre não julgar os outros, independente de quaisquer noções preconcebidas que eles possam ter sobre a bondade ou a maldade daquelas pessoas. Eles recebem uma lição não só sobre tolerância mas também sobre a necessidade de se ter diferentes tipos de pessoas na Legião Prateada. Depois disso, caso novamente ataquem um colega que consideram “mau”, são então expulsos da Legião. O mesmo vale para os recrutas Serviço ao Próprio que tentam abusar dos outros, na Legião ou fora dela. Primeiro recebem a orientação, depois disso, se persistirem, estão fora .


As pessoas com quem trabalho na Legião Prateada, e os ETs com quem trabalho, têm em suas ações demonstrado serem honestos, comprometidos, respeitosos e éticos. Encarnados e outros Terráqueos são considerados iguais a quaisquer outros; podemos - nós Terráqueos - ter uma perspectiva mais limitada e estar sofrendo sob programações adversas, mas ainda somos consideradas pessoas merecedoras de respeito básico. Eles não ficam querendo se mostrar melhores do que eu, mais sábios do que eu, mais inteligentes do que eu, mais merecedores do que eu ou do que qualquer outra pessoa. Eles não escondem o fato de que eles são falíveis e capazes de cometer erros. Quando eles cometem erros, quando descobrem, tomam medidas para corrigir a situação, e assumem os seus erros .


Ninguém nunca me "ordena" fazer qualquer coisa , nem jamais fazem qualquer coisa comigo, com ou sem o meu consentimento. Se eles querem me ajudar , esperam que eu lhes peça ajuda, então vão me dizer o que eles querem fazer e por que; e se eu decidir aceitar - a ajuda - posso desistir da ajuda caso não me sinta confortável, e ninguém vai reclamar comigo . Eles dão conselhos quando solicitados, mas não me forçam a aceitar. Eles também pedem o meu conselho, às vezes. É uma parceria entre iguais. Não é uma relação baseada em noções de superioridade / inferioridade, ou controle, ou obediência, etc., é uma relação baseada no amor, respeito e igualdade. Eles não julgam a mim ou aos outros, mesmo que não concordem. E eles têm senso de humor. São são capazes de rir de si mesmos e dos absurdos da vida, de contar piadas e provocar brincadeira entre si, sem prejudicar um ao outro. Eles são capazes de achar engraçadas as mesmas coisas que nós achamos. E eles nunca se sentem insultados ou assumem uma posição de superioridade.


Quando eu faço o meu trabalho à noite - em desdobramento - eu mesma escolho as minhas missões. Eu tenho frequentemente acordado energizada e vibrante, a menos que eu tenha me metido em confusão, ou a menos que eu tenha tido uma noite ruim devido a razões físicas ( Eu sofro de apneia do sono e tenho sido insone a minha vida toda, e como já mencionei anteriormente, eu tenho um problema de tireoide que afeta diretamente os meus níveis de energia ). Ninguém me ordena fazer coisas. Eu escolho o que eu vou fazer, de acordo com o que eu sinto que deva ser feito. Eu costumo ir a combate e me sair bem, mas de vez em quando me dou mal, então vou acordar como se tivesse sido atropelada por um caminhão; estes episódios são menos frequentes conforme eu vou aprendendo quando atacar e quando recuar.


Frequentemente tenho dúvidas. Dúvidas são saudáveis. Dúvidas indicam que alguém é capaz de pensar criticamente e analisar alguma coisa, demonstrando que ela - a pessoa - é capaz de não aceitar automaticamente alguma informação recebida somente porque vem de uma fonte de que se gosta. Tenho extrema desconfiança de alguém que nunca pergunta, porque estes que nunca perguntam são os mais propensos a serem controlados. Eu descobri que o meu povo - a Legião Prateada - inúmeras vezes demonstrou a sua integridade e ética em suas relações comigo e outras pessoas. Eu não sei tudo e ainda questiono tudo, mas eu realmente sinto que posso contar com o meu povo até o fim. Se falharmos, não será porque não nos esforçamos.


--------------x---------------


Nota do Tradutor: Quando ela fala em “meu povo” (‘my people’) ela esta se referindo a Legião Prateada, que no caso é um “povo” extremamente diverso; de inúmeras raças, origens, tipos, aparências, habilidades, humores, dimensões, etc. A força da Legião está no fato de que seus membros conservam suas individualidades que são respeitadas e ao mesmo tempo são capazes de serem UM em seus propósitos, que no caso é servir e ajudar ao próximo.

N do T:    - as palavras entre hifens são do tradutor -