*Este blog não é canal oficial para nenhum grupo ou personalidade; não visa atrair nenhum indivíduo ou grupo para fazer parte de qualquer grupo. Liberdade, Soberania e Abundância ilimitada para todos. Confie na sua intuição e procure sempre a validação ou não das informações postadas aqui em outras fontes. Você é o único dono de sua Energia (corpo.mente.alma.emoções), da sua Vida e o único Senhor de Si Mesmo, com a bênção do seu Criador.*

sábado, 4 de julho de 2015

[Corey/GoodETxSG] Aumentam as provas. Divulgação sobre os Programas Espaciais Secretos & Julgamentos por crimes contra a Humanidade.

contato estelar: Recentemente Corey publicou uma mensagem no Twitter confirmando o recebimento de um relatório do Tenente Coronel ‘Gonzales’ sobre a visita, realizada por ambos, à colônia do 'ICC' em Marte.  Afirmou também que ira publicar muito em breve ele mesmo [‘ASAP’] o seu relatório detalhado sobre o que recebeu de Gonzales.  Enquanto aguardamos, segue uma postagem do Dr. Salla de 28 de junho de 2015.

O texto entre [   ]  são comentários de contatoestelar.
--

Titulo original: Evidence grows for secret space program disclosures & crimes against humanity trials
Escrito por  DrMichael Salla em 28 Junho 2015

Aumentam as provas.  Divulgação sobre os Programas Espaciais Secretos & Julgamentos por crimes contra a Humanidade.



Ao longo dos últimos meses tem havido incríveis alegações sobre vários programas espaciais secretos, intervenção extraterrestre e futuros ‘derrames´[dumps] junto ao publico de grandes quantidades de documentos que levem a julgamentos aqueles que cometeram crimes contra a humanidade. Até o momento, nenhuma prova física ou documentos foram oferecidos para substanciar essas afirmações, no entanto há um conjunto de indícios convincentes que apoiam as mesmas. Estes indícios tornam muito possível que a humanidade, em breve presencie a divulgação maciça de documentos que denunciem os programas espaciais secretos, juntamente com a existência de vida extraterrestre, seguido logo depois por julgamentos por crimes de guerra nos moldes dos de Nuremberg.

Em 30 de maio, Corey Goode (GoodETxSG) afirmou ter recebido o aval tanto do PES Aliança como da Aliança das Esferas para revelar publicamente a verdade sobre o lado mais sombrio do tráfico e da exploração de seres humanos por programas espaciais secretos. Goode revelou em grande detalhe essas práticas e as organizações responsáveis por elas. Estas divulgações perturbadoras foram seguidas logo depois por uma série de reuniões entre 05 e 09 de junho 2015, envolvendo os principais participantes de diferentes programas espaciais secretos que discutiram maneiras de minimizar as hostilidades armadas em grande escala, enquanto a humanidade está sendo preparada para a verdade sobre a existência destes programas e a existência de vida extraterrestre.

Goode disse que participou destas reuniões como delegado da Aliança das Esferas e foi acompanhado por um Tenente-Coronel Gonzales (pseudônimo) que era o delegado do PES Aliança.  Na terceira reunião envolvendo um "Comitê de 200" e outras elites globais, realizada em 9 de junho, apenas dois dias antes da reunião de 2015 do Grupo Bilderberg, uma oferta extraordinária foi feita. O "Comitê de 200" queria começar um programa de 'Divulgação' limitada e a partir de novembro de 2015, e obter anistia legal por 50 anos para os responsáveis pelos crimes. A oferta foi recusada e revela o grande medo que as elite globais têm de serem expostas e processadas por seus papéis no tráfico de pessoas e trabalho escravo.

Posteriormente, uma oferta foi feita por um dos programas espaciais secretos ligado as elites globais, chamado de  CCI – Conglomerado Corporativo Interplanetário [ ICC - Interplanetary Corporate Conglomerate ] para permitir uma visita de inspeção a uma de suas instalações em Marte. A oferta foi feita de modo a  refutar as acusações de que o trabalho escravo é usado nas instalações do CCI [ICC].  Apos os termos e condições para a viagem de inspeção terem sido acordados, Goode e Gonzales viajaram a Marte em 20 de junho.  Goode publicou seu relatório da turnê dois dias depois, fundamentando as acusações de que trabalho escravo é efetivamente utilizado; e a instalação dirigida por um comandante megalomaníaco que subverteu todos os acordos [para esta visita de inspeção] e aprisionou os visitantes [todo o grupo de Goode e Gonzales].

Os acontecimentos recentes fornecem provas circunstanciais apoiando as alegações de Goode [Corey Goode/GoodETxSG] que a elite globais estão muito preocupadas com maciças liberações de documentos que revelem programas espaciais secretos e crimes cometidos nestes programas que levem a prisões e julgamentos por crimes de guerra como os de Nuremberg.  É importante ressaltar que provas circunstanciais são admissíveis nos tribunais onde provas concretas não estejam disponíveis [ 'circumstantial evidence  x direct evidence' ] .  A prova circunstancial, juntamente com o testemunho ocular direto, como dado por Corey Goode, é suficiente para convencer os jurados de culpa ou inocência em casos assim, é importante considerar este tipo de provas em relação às reivindicações de Goode.

A primeira evidência circunstancial a considerar é que em 15 de junho, a Câmara dos Deputados dos EUA deu um passo importante na aprovação de um projeto que fornece proteção legal para mineração no espaço por corporações americanas que estabeleçam operações fora do planeta Terra.  A "Lei de Exploração e Aproveitamento de Recursos no Espaço " [ “Space Resource Exploration and Utilization Act”  ] irá proteger corporações "da interferência prejudicial" [“from harmful interference” ]  e "desencorajar as barreiras governamentais" [“discourage government barriers” ] nestas  operações espaciais. Se, eventualmente, assinada pelo presidente Obama, os proprietários e gerentes de operações de mineração no espaço poderiam estar protegidos, sob a Lei Federal dos EUA, de organizações internacionais como o Tribunal Penal Internacional de investigá-los pelo uso de trabalho escravo e outros crimes contra a humanidade. Tais acusações teriam de ser ‘julgadas em tribunais distritais dos EUA’ [heard in U.S. district courts ]  que não são um local adequado para isso.  Os juízes e júris em tribunais distritais dos EUA podem ser mais facilmente influenciados do que por exemplo os do Tribunal Penal Internacional.

O momento [ ‘timing’ ] deste projeto de lei levanta a possibilidade de que ele é orquestrado por uma elite corporativa global preocupada com um iminente processo criminal por operações, passadas e atuais, de mineração no espaço. A "Lei de Exploração e Aproveitamento de Recursos no Espaço " [ “Space Resource Exploration and Utilization Act”  ] é prova circunstancial convincente da alegação de Goode de que julgamentos por "crimes contra a humanidade" estão sendo secretamente preparados.

A segunda evidência circunstancial é a noticia de 04 de junho que até quatro milhões de funcionários públicos federais dos EUA tiveram seus arquivos de pessoal invadidos por uma fonte desconhecida. Estimativas mais recentes são de que a pirataria [ hacking ] na verdade alcançou até 18 milhões de arquivos de pessoal [ e não ‘quatro milhões’ ] e vem acontecendo desde a década de 1980.  Estes incidentes de hacking envolvem [ a captação de ] extensa informação sobre as finanças de indivíduos,  obtidas [ pelo governo]  em avaliações [entrevistas, analises, levantamentos, etc] de segurança, para a liberação/permissão destes indivíduos para terem acesso a diversos níveis de informações confidenciais governamentais.
Enquanto a maior parte dos meios de comunicação se  concentra no fato de que tais informações possam ser utilizadas para fins de chantagem por parte de agências de espionagem estrangeiras [ e podem, de fato] , o que deve também ser considerado é que é exatamente este tipo de informação pessoal que seria necessária em uma investigação de indivíduos que podem estar envolvidos em operações fora do planeta que usa trabalho escravo ou comete crimes contra a humanidade. A pirataria [ hacking ] é prova circunstancial convincente adicional que apoia as alegações de Goode que julgamentos estão preparados para responsabilizar indivíduos ​​por crimes cometidos em programas espaciais secretos.

A terceira evidência circunstancial a considerar é que em 11 de junho 2015, a Sociedade Interplanetária Britânica [British Interplanetary Society  ] iniciou uma reunião de dois dias sobre: "Como derrubar uma ditadura em Marte" [“How to Overthrow a Martian Dictatorship” ] de acordo com uma reportagem na BBC. A reunião pressupunha uma colônia de Marte governada por um ditador cruel em uma sociedade futurista controlada por uma corporação. O ditador precisava ser derrubado sem que a colônia fosse destruída. De acordo com o autor do artigo da BBC, publicado em 22 de junho, Richard Hollingham, o encontro reuniu 30 proeminentes cientistas, engenheiros e filósofos que levaram "a sério suas tarefas"; A  Sociedade Interplanetária Britânica [British Interplanetary Society  ] fica a apenas "dois quarteirões de distância da sede londrina do serviço de segurança da Grã-Bretanha, o MI6 ", insinuando assim, apoio oficial para a reunião.

As semelhanças entre os contextos  discutidos na reunião da Sociedade Interplanetária Britânica em 11 & 12 de junho, e os relatórios de 22 de junho de Goode e Hollingham, sugerem que figuras-chave na comunidade científica da Grã-Bretanha estão se preparando para futuras divulgações sobre colônias secretas em Marte e em outros lugares, colonias estas operadas como ditaduras corporativas por tiranos megalomaníacos que maltratam os trabalhadores. Como remover esses ditadores nas colonias em Marte sem que pessoas sejam mortas  e / ou instalações valiosas sejam destruídas é um problema que aqueles que tomam as decisões politicas nas sociedades terão em breve que enfrentar. Mais uma vez, esta é uma evidência circunstancial convincente apoiando alegação de Goode de crimes contra a humanidade cometidos em programas espaciais secretos.

Finalmente,  Goode foi afirma que estamos prestes a testemunhar um enorme ‘derrame’ [ele chama de ‘data dumps’] de documentos que revelarão a verdade sobre os programas espaciais secretos e abusos criminais que tem ocorrido dentro de alguns deles.
"Coincidentemente," o WIKILEAKS novamente começou a liberar grandes quantidades de documentos do mesmo modo como fazia quando se tornou a sensação da mídia em torno do ano 2000.  No início de maio [de 2015], depois de um hiato de cinco anos, o WIKILEAKS restabeleceu sua caixa recebimento eletrônico anonima [electronicdrop box ] para o recebimento de documentos/informações anonimas de denunciantes/informantes. Tudo está preparado para uma organização como o WIKILEAKS começar a compartilhar/liberar grandes quantidades de documentos  como Goode alega que vai acontecer.

Resumindo, temos indícios convincentes que apoiam as incríveis alegações de Goode feitas ao longo dos meses de maio e junho. Isso inclui:
1. "Lei de Exploração e Aproveitamento de Recursos no Espaço " [
“Space Resource Exploration and Utilization Act”  ] encaminhada em 15 de junho de 2015 para o Congresso [House of Representatives ] para votação, oferecendo proteção legal a elite global, como acima mencionado;
2. A noticia em 04 de junho de 2015, e noticias subsequentes, sobre o 'hacking' de até 18 milhões de registros de funcionários federais e empreiteiros com informações detalhadas de pessoal que poderiam ser usadas em julgamentos;
3. Em 11&12 de junho, a reunião da Sociedade Interplanetária Britânica [
British Interplanetary Society ];
4. O ressurgimento do ‘drop box’ do WIKILEAKS no início de maio de 2015.

Nenhuma destas provas circunstanciais são prova definitivas das alegações de Goode. No entanto, é evidência convincente na medida em que corrobora o corpo de suas afirmações de que eventos mundiais estão ocorrendo que levarão a futuras divulgações sobre programas espaciais secretos, vida extraterrestre, e julgamentos dos responsáveis por crimes contra a humanidade no espaço [e na Terra também].

© Michael E. Salla, Ph.D. Copyright Notice

***


Tradução & comentários & postagem de contatoestelar.

Leitura relacionada: