Este blog não é canal oficial para nenhum grupo ou personalidade. Não busca atrair nenhum indivíduo ou grupo a fazer parte de qualquer grupo. Liberdade, soberania e abundância ilimitada para todos. Confie na sua intuição e procure sempre a validação ou não das informações postadas aqui em outras fontes. Você é o único dono de sua Energia - corpo-mente-alma-emoções - de sua Vida; e o Único Senhor de Si Mesmo, com a bênção do seu Criador/Criadora.

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Contingência_25.2.2015

25 fev 2015: Contingência

[Artigo de Untwine baseado nas ideias apresentadas por Cobra. O artigo tem boas informações históricas, mas se perde um pouco divagando no final; Interessante, de qualquer modo.]

Wednesday, February 25, 2015
Contingency
http://recreatingbalance1.blogspot.com.br/2015/02/contingency.html

[Contingência é uma eventualidade, um acaso, um acontecimento que tem como fundamento a incerteza de que pode ou não acontecer. Contingência é a característica daquilo que é contingente, ou seja, que é duvidoso, possível, mas incerto, que pode ocorrer mas não necessariamente. https://www.significados.com.br/contingencia/]

[ O que é essa tal Física Quântica? – http://www.astropt.org/2013/08/05/o-que-e-essa-tal-fisica-quantica/ ]

tradução de contato estelar:

A Fonte / Criador deste Universo está presente durante a criação, é o principal aspecto de todos nós. Todos nós somos ela/ele. Ao mesmo tempo, ela/ele está além. Não pode ser encontrada em nenhum lugar, em nenhum momento ou espaço em nenhuma dimensão. O continuum tempo-espaço é uma criação da Fonte para explorar e espelhar-se. A Fonte está trabalhando constantemente, improvisando, para explorar a criação.

A criação é baseada em infinitas possibilidades quânticas[*] Entre essas possibilidades, temos o que é chamado de contingência. Contingência significa aleatoriedade, é o potencial para que as coisas aconteçam aleatoriamente, inesperadas, não por design [planejamento]. Isso significa que certas mudanças de eventos não são totalmente o resultado do design da Fonte, nem da criação de ninguém. Eles [estes eventos] são simplesmente aleatórios. No entanto, eles podem ser influenciados e recriados se usarmos o nosso livre arbítrio, porque o livre arbítrio é o fator dominante na dinâmica quântica. Isso significa que, apesar do fato de que a Fonte é perfeita para si mesma, não é toda poderosa no continuo espaço-tempo. Mas todos nós, como representações fractais [**] da Fonte dentro dessa construção, podemos manifestar a vontade da Fonte dentro da construção.

[*] [ quântico: adjetivo fís.quânt que diz respeito a um sistema físico cujas grandezas físicas observáveis assumem valores discretos, de tal modo que a passagem de um determinado valor para outro ocorre de maneira descontínua, segundo as leis da mecânica[física] quântica.]
[**] [fractais: 1. Fractal Significado de Fractal Por Dicionário inFormal (SP) em 30-12-2009 Forma que mantém suas características físicas quando repartida em partes menores, embora possa cada parte possuir valores diferentes. A figura geométrica QUADRADO é um elemento fractal quando repartido por linhas que dividam cada lado ao meio e os quadrados resultantes, assim sucessivamente. A topologia da rede internet é um elemento fractal em relação a redes metropolitanas ou locais de computadores, ou seja, pode ser dividida em partes menores com as mesmas características.]

Originalmente, todo o Universo vivia em harmonia, e ninguém sabia o que é dano intencional, simplesmente porque não é parte da natureza da Fonte. A fonte nunca pode significar dano, é puro amor e harmonia absolutos.

Arte de Erial Ali

No entanto, certos eventos estavam acontecendo por causa da contingência e às vezes eram desconfortáveis, por exemplo, um cometa poderia acidentalmente bater em um planeta. Em comparação com as circunstâncias atuais neste planeta, isso ainda era muito fácil de lidar e as pessoas viviam no Paraíso.

Cerca de 8 milhões de anos atrás, alguns poderosos Arcanjos decidiram absorver a contingência em seu ser, encarnar e assumir a responsabilidade por ela, para harmonizá-la com as suas consciências e remover os aspectos incômodos [desta contingência].

Foi demais para eles e eles não puderam lidar com isso, ficaram submersos pela contingência, por esse potencial de que as coisas não acontecessem por design. Eles ficaram desconectados com o que é por design, desconectado com a Fonte.

Eles não conseguiram encontrar o caminho de volta, e assim sofreram muito. O resto do universo não soube imediatamente como responder de forma adequada simplesmente porque, por natureza, esse evento foi inesperado. O sofrimento durante um longo período de tempo fez com que esses anjos perdessem a sanidade, e eles se tornaram violentos. Estes são os seres agora conhecidos como Arcontes, os anjos caídos. Foi assim que o dano intencional, o mal, veio a existir.

Arcontes começaram a atacar planetas e a Confederação Galáctica foi organizada para combater isso e libertaram os planetas um a um; e agora estamos vendo o fim desta história se desenrolando no planeta Terra, onde os Arcontes encenaram seu trauma ao recriar condições semelhantes as que os desconectou em primeiro lugar.

A Fonte agora aprendeu que precisa incorporar algum tipo de ‘botão de reconexão automática’ no modelo [template] da criação, o que será implementado uma vez que tudo seja reconectado e reiniciado.

Isso é vital para entender o mundo em que vivemos. A desarmonia nunca foi necessária, e tudo deve ser reconectado em harmonia simplesmente porque esta é a verdadeira natureza do Criador Fonte.


Muita programação foi criada pelos Arcontes para justificar o mal. Por exemplo, as leis do karma, que afirmam que, por exemplo, se eu quebrar a tigela do meu amigo, o universo enviará alguém para quebrar minha tigela para me ensinar as consequências de minhas ações. Isso significa que o universo enviará alguém para quebrar a tigela de quem quebrou minha tigela, etc. Isso é totalmente inventado e não tem nada a ver com a verdadeira lei universal, simplesmente porque, se o fizesse, nada resolveria e o sofrimento apenas escalaria para sempre. A verdadeira lei universal é o perdão e a graça e isso é o que foi ensinado pelos mestres que tinham uma conexão verdadeira. A vontade da Fonte é que, se alguém faz algo prejudicial, eles devem receber uma cura adequada para que eles possam encarnar seu verdadeiro eu novamente [embody their true self again]. Pode ser necessário um novo equilíbrio da energia entre as pessoas envolvidas, por exemplo, quem quebrou a tigela pode comprar outra tigela para seu dono, repará-la ou fazer algum outro tipo de serviço para compensar energicamente. Ou o dono da tigela poderia simplesmente perdoar e a infinita abundância de Fonte balancearia as coisas automaticamente de alguma forma, e não tirando nada de quem quebrou a tigela, mas fornecendo a ambos com o que for necessário. Recursos e abundância são ilimitados.

Outro programa afirma que a desarmonia é necessária para não nos entediarmos, para que a exploração [de novas possibilidades etc.] possa ocorrer. Isso, novamente, nunca pode funcionar. A criação é baseada em vibrações e relações como nas relações musicais. Agora, vamos imaginar todo o Universo como uma grande orquestra. Antes de tocar qualquer música, todos os instrumentos devem sintonizar, deverão estar em harmonia. Se isso não for feito, se apenas um do instrumento estiver fora de sintonia, toda a música soará ruim e nenhuma criação pode ser feita. [bom… música pode ser feita em desarmonia, música ruim, mas, ainda assim, musica… então a nossa sociedade planetária seria música ruim...] Só quando todos os instrumentos estão em harmonia, a criação pode realmente começar [no caso, uma criação sem sofrimento...], e então as possibilidades de exploração da música são infinitas. É assim que a criação funciona, a exploração só é possível quando há harmonia. [então os instrumentos todos afinados possibilitariam a criação de boa música infinitamente, já instrumentos desafinados estariam em busca incessante e infrutífera por boa música...]

Outro programa afirma que a desarmonia é necessária para nos ensinar sobre a harmonia, que aprendemos lições com isso. Isso também não é possível. As pessoas obtêm essa falsa ideia quando uma experiência que os faz sofrer os leva a evoluir e progredir em suas vidas, mas o que realmente ocorre é que os problemas que existem em suas vidas e os afeta sem saber por um tempo estão sendo empurrados para a superfície de sua consciência pela experiência, e, conscientes disso, podem finalmente decidir acabar com eles. Não podemos ter livre arbítrio sobre algo que não temos consciência, então tudo deve se tornar consciente. [As ideias deste artigo são principalmente as ideias de Cobra passadas em diversas entrevistas e postagens. Segundo Cobra o sofrimento é desnecessário para o crescimento e evolução. Alguns discordam mas então como poderiam explicar sociedades extraterrestres avançadas que nunca, jamais, passaram pelo que passou (passa) a humanidade da Terra.]

O cerne da cura é nos tornarmos Unica Fonte / Criador novamente inteiramente, para encarná-la/o como todo nosso ser. Isso significa não mais ser vítima de eventos que não planejamos, e isso acontece ao escolher o que queremos criar, percebendo que, para realmente ser a Fonte Única, não pode haver outra autoridade que tome decisões por nós, visto que já somos ela. Nós já sabemos interiormente o que desejamos, o que queremos experimentar, e nós realmente temos o poder de criar.

Arte de Gilbert Williams

Untwine/Recreating Balance

*

Tradução e postagem de contato estelar.