*Este blog não é canal oficial para nenhum grupo ou personalidade; não visa atrair nenhum indivíduo ou grupo para fazer parte de qualquer grupo. Liberdade, Soberania e Abundância ilimitada para todos. Confie na sua intuição e procure sempre a validação ou não das informações postadas aqui em outras fontes. Você é o único dono de sua Energia (corpo.mente.alma.emoções), da sua Vida e o único Senhor de Si Mesmo, com a bênção do seu Criador.*

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

"ETs são estrelas do arquivo da Aeronáutica"


http://www.aereo.jor.br/2013/02/19/ets-sao-estrelas-do-arquivo-da-aeronautica/

http://noticias.band.uol.com.br/ciencia/noticia/?id=100000575850

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 - 06h43 Atualizado em segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 - 09h04

ETs são estrelas do arquivo da Aeronáutica

Arquivo Nacional reúne acervo de relatos de discos voadores vistos no país entre 1952 e 2010. Os documentos perderam caráter sigiloso


Acervo guarda desenhos de OVNIs avistados
Arquivo Nacional

Marcelo Freitas, do Metro Brasília noticias@band.com.br

Entre os anos de 1964 a 1985 o Brasil viveu sob regime militar. Muitas poderiam ser as buscas dos brasileiros por informações sobre os arquivos das Forças Armadas. E são, mas o assunto que lidera o ranking de solicitações - há no mínimo 100 registradas todos os meses - são sobre discos voadores.

Enquanto a ciência diz não ter provas de vida inteligente fora da Terra, milhares de estudiosos se debruçam para provar o contrário. As únicas evidências sobre o assunto está em poder do Arquivo Nacional – apenas como registro histórico para o primeiro grupo, como provas concretas para os ufólogos.

O acervo reúne fotografias, imagens e depoimentos coletados entre 1952 e 2010.

A maioria dos casos são de pessoas que juram ter testemunhado a visita de um disco voador no céu brasileiro.

Há, contudo, depoimentos de pilotos que relataram ter avistado fenômenos extraterrestre no céu. Não há, porém, nenhuma prova material.

O chamado ‘Arquivo X’ foi mantido por cinco décadas em poder da Aeronáutica e se tornou público a partir de um decreto de 2010. Antes, os relatos tinham caráter confidencial. Evitar criar situações de pânico na população era uma das justificativas. “Hoje, quando há relatos sobre OVNIs, se registra e arquiva”, informou o Ministério da Defesa. Os casos são catalogados no Comdabra (Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro), antes de serem remetidos ao Arquivo Nacional.

///


domingo, 24 de fevereiro de 2013

Sementes Estelares… Era uma Vez…



Há muito, muito tempo em uma galáxia muito distante, estavam todos estes "pequenos" seres de luz desfrutando de suas existências numa dimensão de amor infinito, quando um dia um magnífico anjo apareceu; Ele tinha um olhar muito sério e estava procurando voluntários para uma missão cósmica de grande importância.

O anjo então falou: "Existe um pequeno - mas muito especial - planeta chamado Gaia, na extremidade da galáxia de Alcyon. É bastante singular, como um lindo jardim abundante de centenas de milhares de diferentes formas de vida. Tem sido - de certo modo - uma estação experimental na galáxia e possui uma interessantíssima forma de vida humanoide que incorpora as mais altas e mais baixas frequências conhecidas no Cosmo. É na realidade o grau máximo do dualismo. Por um lado é uma forma de vida incrivelmente bela e capaz de vibrar nas frequências mais altas de amor, luz & alegria conhecidas no Universo. Por outro lado é capaz de vibrar nas frequências mais densas, mais escuras e terríveis que o Cosmo alguma vez experimentou - frequências que todo o resto da criação já abandonou eons atrás.

A situação atual é a seguinte. Dentro do domínio do tempo, este planeta passa por ciclos cósmicos periódicos. Dois ciclos principais estão agora terminando - um curto de 2.000 anos chamado de Era de Peixes e um longo, um ciclo cósmico de 25.000 anos de viagem ao redor de Alcyon, o sol central da galáxia Via Láctea.


Com a completude do ciclo, muitas coisas terminam e muitas outras estão a ponto de começar. Mas o mais importante, o planeta está experimentando uma infusão de luz que está elevando sua frequência dramaticamente. Como em qualquer época de grande transição, haverá alguma turbulência. Um pouco para Gaia que é um planeta senciente e também está evoluindo, mas principalmente para a espécie humanoide que domina o planeta.

Este não será um tempo particularmente fácil para as espécies - especialmente para aqueles que estão "dormindo" e os que estão vibrando nas mais baixas frequências. Conforme a frequência muda vem um sentimento de insegurança que trás junto o medo.

A primeira Era de evolução neste planeta foi a da fisicalidade e a palavra chave era sobrevivência. A segunda Era que está terminando agora era a mental e a palavra chave era lógica. A terceira Era, a que está começando agora, é a Era do coração e a palavra chave é amor; Esta é a mais alta das frequências.

Os que atualmente detêm o reinado de poder no planeta Gaia são da velha ordem do físico & mental. Na medida em que esta Humanidade puder fazer uma transição graciosa a uma vida divinamente guiada e centrada no coração, será uma transição fácil. Na medida em que não puderem realizar a transição daquele modo, experimentarão muita turbulência.

A razão pela qual eu estou aqui é a de buscar voluntários que estejam dispostos a encarnar no planeta em forma humanoide e ajudar em uma transição o mais fácil e suave possível. No passado enviamos profetas e professores, que muito frequentemente foram brutalmente perseguidos ou assassinados. Outras vezes foram considerados deuses; foram adorados e ao redor deles construíram elaboradas religiões e rituais que foram transformados em instrumentos de dominação. Fizeram de tudo, exceto seguir os ensinamentos simples que foram oferecidos.

Sendo assim, desta vez buscamos uma estratégia diferente. Não mais profetas, salvadores ou avatares que podem ser usados para criar religiões. Desta vez enviaremos milhares - na verdade centenas de milhares - de “simples” seres de luz que deverão seguir apenas duas diretrizes:

1) Permaneçam centrados em seus corações. Não importa o que aconteça, permaneçam centrados em seus corações.

2) Lembrem-se de quem vocês são,   porque estão em Gaia e  qual o significado de tudo o que está acontecendo.

Parece fácil bastante fácil? Infelizmente não será. Como eu disse, a dualidade neste planeta chegou ao ápice. Esta espécie aperfeiçoou ao máximo a ilusão do bem e do mal. O maior desafio que vocês experimentarão será lembrar-se de quem vocês são, porque lá estão e qual o significado.  Quando se lembrarem, serão capazes de permanecerem centrados em seus corações, apesar de todas as circunstancias externas.

Será fácil saber quando vocês estarão esquecendo de tudo. Percebam a inclinação a julgar. No momento em que perceberem que estão no modo de julgamento - a vocês mesmos, aos outros, aos eventos - saberão que realmente esqueceram-se de quem vocês são, porque lá estão e qual o significado. Isso será o sinal.

Agora aqui vai o desafio. A vida neste planeta requer muito discernimento - avaliação sábia do que é a verdade e do que é apropriado e para o bem maior de todos - inclusive o planeta. Sutilmente, discernimento é semelhante a julgamento. Porém, você saberá quando está julgando, quando não estiverem centrados em seus corações e quando estiverem culpando (algo ou alguém).

Nós sabemos como a vida neste planeta pode ser desafiadora. Sabemos como as ilusões neste planeta parecem ser - muito - reais. Compreendemos a incrível densidade desta dimensão e a pressão que vocês enfrentarão. Mas se completarem esta missão - e lembrem-se de que é uma missão voluntária - vocês evoluirão extraordinariamente.

Devemos também dizer que alguns de vocês que descerão ao planeta como sementes estelares nunca germinarão - nunca despertarão para a memória de quem que vocês realmente são. Alguns de vocês despertarão e começarão a brilhar, mas então vão se apagar sob a opinião dos outros e das formas-pensamento ao seu redor. Outros despertarão e permanecerão despertos e a sua luz se tornará uma fonte de inspiração e recordação para muitos.

Encarnarão por todo o planeta, por toda parte; em todas as culturas, "raças", países, religiões. Mas vocês serão diferentes. Vocês sempre se sentirão e serão vistos como um pouco "desajustados". Conforme despertem, perceberão que sua verdadeira família não é necessariamente os da sua própria "raça", cultura, religião, cidade ou mesmo os da família biológica. São os que vieram como vocês - a sua família cósmica - esses que vieram com a tarefa ajudar - de todos os modos – "grandes" ou "pequenos" - na transição atual.

A verdadeira fraternidade e globalização na sua formas mais altas só virão lembrando-se de quem você são, porque lá estão e qual o significado de tudo o que está acontecendo. Virá conforme retornem ao templo da Presença Divina,  que é o seu coração, aonde a recordação acontece e toma forma,  e através do qual vocês são chamados a servir ao mundo.

Estão prontos? Ótimo.

Ah! … apenas algumas coisas que esqueci de mencionar…

Devido a baixa densidade, vocês não pode operar naquela dimensão sem uma vestimenta adequada. É uma vestimenta biológica que muda com o passar do tempo. Vão entender quando descerem e vivenciarem aquela atmosfera. Vocês devem ser avisados, no entanto de que correm o risco de achar que são a sua vestimenta e não que ela é apenas um veiculo para aquela dimensão. Uma vez lá, você notará que há uma variedade quase infinita de vestimentas e muita atenção é dada a elas. Porém, apesar da variedade quase infinita, todas as vestimentas se encaixam em basicamente dois gêneros, masculino e feminino; e vocês vão descobrir que sua relação com sua vestimenta pode ser muito instrutiva e interessante.

Mais uma coisa. Para operar naquela dimensão, vocês também receberão um microchip chamado 'personalidade.' É como uma identidade impressa, que somada a sua vestimenta tornará cada um único entre todos e permitirá que participem do holograma, que eles chamam de 'realidade consensual'. Vocês correrão o perigo de se envolver tão fortemente nos dramas da realidade consensual que poderão esquecer quem são, e pensar que de fato São a sua personalidade. Eu sei que isto parece absurdo agora, mas esperem chegar lá...

De todos os voluntários escolheremos somente os mais capazes entre os mais capazes, os mais fortes entre os mais fortes; Seu treinamento e preparação antes do mergulho naquela dimensão densa e de baixa frequência será intenso e minucioso para a tarefa que cada um deve desempenhar,  entretanto, como dissemos anteriormente, muitos lá estando não despertarão. Não há problema, outros muitos seguirão como planejado.

Do inicio ao fim estaremos sempre com vocês, mas não perceberão. Desejarão voltar para algum lugar que não sabem aonde é,  se sentirão sozinhos e abandonados,  chamarão por alguém ou algo e muitas vezes sentirão como se tudo fosse um vazio – e quando faltarem respostas sua forte ou tênue intuição os guiará;  até o momento em que pudermos nos manifestar mais abertamente e aí então tudo ficará claro e a sua missão estará próxima de ser completada.

E lembrem-se: Permaneçam centrados em seus corações; não importa o que aconteça, permaneçam centrados em seus corações. Lembrem-se de quem vocês são, porque estão em Gaia e  qual o significado de tudo o que está acontecendo.

Boa Viagem…

---

tradução e adaptação: contato estelar

A Galactic Fairy Tale by Michael Lightweaver

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Meteoros e ”mancha” nos céus do Rio de janeiro e Espírito Santo entre 15 de fevereiro de 2013 e 20 de fevereiro de 2013.

Imagens e vídeos mostram fenômenos de longa duração, incompatível com queda de meteoro Foto de João Ricardo Lima Rodrigues ///  no link: http://oglobo.globo.com/ciencia/misterio-no-ceu-do-rio-7630667

Resumo da postagem: (1) Meteoro no céu do RJ em 15 de fevereiro (mesmo dia do meteorito na Rússia). (2) “Mancha” de luz (cor de fogo) no céu do Rio de Janeiro em 17 de fevereiro de 2013. (3) Meteoros no RJ/ES em 20 de fevereiro de 2013 na parte da manhã

1. Meteoro no céu do RJ em 15 de fevereiro

Segundo o Clube de Astronomia do Instituto Federal Fluminense, um meteoro passou pelo céu do Estado do Rio de Janeiro em 15 de fevereiro de 2013, mesmo dia em que caiu o meteorito na Rússia.



Leia e assista a reportagem:

http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2013/02/rio-de-janeiro-e-espirito-santo-veem-passagem-de-meteoro-pelo-brasil.html


2. Foi filmada uma “mancha” de luz (cor de fogo) no céu do Rio de Janeiro em 17 de fevereiro de 2013.



 https://www.youtube.com/watch?v=XP7-XeYxaLI

 nota: o video pode demorar uns 10 segundos para carregar.

Leia e assista a reportagem:

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/vc-no-g1-rj/noticia/2013/02/mancha-se-desloca-no-ceu-do-rj-astronomo-descarta-meteoro.html

<< 19/02/2013 09h05 - Atualizado em 20/02/2013 11h19

'Mancha' se desloca no céu do RJ; astrônomo descarta meteoro
Quase 20 leitores do G1 enviaram seus registros da passagem do objeto.
Instituto de Pesquisas Espaciais diz que não pode afirmar do que se trata.

Entre o final da tarde e o começo da noite de domingo (17), a visão de uma "mancha" que se deslocava pelos céus da Região Metropolitana do Rio de Janeiro e deixava um rastro por onde passava fez com que quase 20 leitores do G1 encaminhassem seus vídeos e fotos com o registro do objeto.

O funcionário público Raphael Dias, de 25 anos, filmou o fenômeno de sua casa, em Realengo, por volta das 17h30: “Avião deixa rastro de fumaça. Mas isso que eu filmei o rastro ia apagando. No final, desapareceu”.

O leitor Carlos Sidney Ferreira Dutrain, que mora em Nova Iguaçu, na região metropolitana do RJ, também filmou o fenômeno por volta das 17h do domingo (18). "Estávamos eu, minha esposa e minha filha no quintal de casa quando minha mulher avistou a situação", relata.

O leitor Andrei Martins Soncin Santos, de 18 anos, fotografou “uma luz incandescente” que “apareceu no céu” em São João de Meriti por volta das 18h30. “Era visível a olho nu”, lembra ele. O internauta afirma que ficou surpreso, e começou a filmar “para saber se, com o zoom da câmera, dava para ver o que era”. No entanto, ele não conseguiu identificar o objeto.


O Instituto Nacional de Pesquisas Nacionais não quis levantar hipóteses sobre qual seria o objeto visto. Mas, segundo a assessoria de imprensa do órgão, "uma das pesquisadoras chegou a considerar que, pela foto, até parece um meteoro, porém ela mesma ressaltou que no vídeo a passagem parece ser muito lenta. Os meteoros costumam ser muito mais rápidos do que aparece no vídeo. O próprio exemplo do meteoro da Rússia mostra isso".

A Aeronáutica afirmou que não comentará o assunto porque "não tem informações sobre o ocorrido".


O astrônomo Fernando Roig, pesquisador do Observatório Nacional, acredita na possibilidade de um avião e descarta a idéia de o objeto ser um meteoro. "Se durou de 5 a 10 minutos como relatado, não foi um meteoro. Pela hora do dia, com o sol já baixo, a coloração avermelhada do traço é devida ao reflexo do sol. Então, a explicação mais plausível é que foi um avião. O fato de ver ele 'caindo' é apenas um efeito visual, devido a que a trajetória do avião segue a curvatura da Terra e, portanto, em algum momento ele deve sumir abaixo do horizonte."
Ele complementa dizendo que "quando o avião voa à uma altura em que em que o ar é muito seco e frio, o ar quente e úmido que sai da turbina se condensa rapidamente e forma o rastro de nuvens ou de 'fumaça' que é observado. É o mesmo efeito que faz com que quando você está num lugar muito frio, você consiga ver o vapor da sua respiração. As nuvens de vapor se dissipam logo em seguida, e o efeito passa rapidamente".

A professora Jéssica Alves de Medeiros percebeu que havia algo diferente no céu e achou que fosse uma estrela cadente. No entanto, o namorado da leitora, Vinícius Abreu Areas, alegou que a velocidade estava muito lenta para ser uma estrela cadente. Foi quando o casal decidiu começar a fotografar. “Demorou uns dez minutos”, diz Jéssica, que mora em Campo Grande. “Eu achei legal. Queria saber o que era.”>>


3. Meteoros no Rio de Janeiro e Espírito Santos em 20 de fevereiro de 2013 na parte da manhã

Leia a reportagem e assista ao vídeo:

http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2013/02/rio-de-janeiro-e-espirito-santo-veem-passagem-de-meteoro-pelo-brasil.html

<<<  Edição do dia 20/02/2013 / 20/02/2013 14h00 - Atualizado em 20/02/2013 14h10

Rio de Janeiro e Espírito Santo vêem passagem de meteoro pelo Brasil
Dois meteoros foram vistos hoje no céu por volta das onze horas da manhã.
Clube de Astronomia do Instituto Federal Fluminense confirma a informação.
Na semana passada um meteorito assustou os moradores da Rússia. Hoje muita gente contou que viu duas bolas de fogo no céu de algumas cidades do Brasil.
Segundo o Instituto Federal Fluminense, os dois meteoros passaram pelo céu das cidades de Campos, Rio das Ostras e Cabo Frio.
O instituto divulgou imagens de outro meteoro que também passou no estado do Rio no dia 15 de fevereiro, no mesmo dia em que caiu o meteorito na Rússia.  Os dois meteoros que passaram pelo estado do Rio também foram vistos da grande Vitória um pouco mais cedo, às 10h30.
A Infraero, em Vitória, confirmou que funcionários da torre de controle do aeroporto também viram rastro da bola de fogo no céu e que não houve necessidade alertar os pilotos porque o fenômeno foi muito rápido. >>>

sábado, 9 de fevereiro de 2013

DO ORAN MOR AOS CORAÇÕES APAIXONADOS PELA LUZ...


“Vocês lembram que, um dia, nós demos as mãos e juramos servir à Luz?”

DO ORAN MOR AOS CORAÇÕES APAIXONADOS PELA LUZ...

I

Foi lá, no alto das vertentes, que nós nos encontramos.
Era dia de iniciação, e a neblina envolvia as montanhas.
No entanto, nossos corações eram como pequenos sóis.
Porque a sabedoria de nossos ancestrais nos iluminava na jornada.
E nós escutávamos o Oran Mor...

Vocês se lembram, meus amigos?...
Dos ensinamentos estelares que aprendemos com os espíritos?
E dos sussurros do Céu em nossos corações apaixonados pela Luz?
Vocês ainda se emocionam com o vento soprando na campina baixa?

Há um tempo de semear – e um tempo de colher.
E, acima de nós, o Céu sabe o tempo de cada coisa.
E hoje é tempo de relembrar o valor da Luz em nossa jornada...
Então, apesar das dificuldades, vocês ainda escutam o Oran Mor?
E se emocionam com uma linda canção – e o brilho dos relâmpagos?

Ah, meus amigos!
Eu olhei a chuva caindo na noite escura da grande cidade...
E lembrei-me de outras noites – antigas e solenes -, nas brumas do tempo.
Noites de provas – onde enfrentamos e vencemos os nossos medos.
Noites onde o sol brilhava em nossos corações apaixonados pela Luz.
Vocês ainda veem o sol da meia-noite brilhando no céu de suas aspirações?

Eu olhei os relâmpagos riscando o céu da noite escura – e me admirei.
Porque eu me lembrei dos olhos brilhantes dos espíritos no meio das brumas.
E, como outrora, eu escutei o sussurro deles, em meu coração.
E eles me disseram: “Saúda os seus irmãos de senda, em Espírito e Verdade”.
Então, eu escrevi essas linhas, enquanto escutava algumas lindas canções.
E, no meio da grande cidade, com Amor e Honra, eu pergunto-lhes:
“Meus amigos, vocês ainda escutam o Oran Mor?
E se emocionam com uma linda canção – e o brilho dos relâmpagos?
E continuam apaixonados pela Luz?
E, mesmo na Terra, ainda se lembram do Céu?
Vocês lembram que, um dia, nós demos as mãos e juramos servir à Luz?
E que as montanhas foram nossas testemunhas, enquanto o sol brilhava na noite?
E que esse sol era em nossos corações?”

Ah, eu olhei a chuva caindo na noite... E lembrei-me de vocês.
E o Oran Mor* sussurou em meu coração, em Espírito e Verdade.
E o recado é o mesmo de outrora: “Continuem apaixonados pela Luz!”

P.S.:
Continua chovendo lá fora...
Mas, aqui dentro, tem um sol brilhando.
E é um sol de Amor.
Nessa noite, esse sol é a minha testemunha.
E quem, em seu coração, compreende isso, realmente compreende.

(Dedicado aos meus amigos, encarnados e desencarnados, por esse mundão de Deus...)

Paz e Luz.

Wagner Borges – mestre de nada e discípulo de coisa alguma.
São Paulo, 25 de fevereiro de 2012 - IPPB

II


DO ORAN MOR AOS CORAÇÕES APAIXONADOS PELA LUZ - II

Alma celta em corpo de brasileiro.. .
Desperta!
Pois os teus amigos te chamam, além...

Escuta o Oran Mor** em teu coração.
Abra tuas asas espirituais, irmão de senda...
E singra os espaços da Presença.

Deita como uma criança...
E ora a quem te deu a vida.
Pois os teus amigos te esperam, algures...

Alma amiga, filha da Presença...
Fecha os teus olhos no plano da matéria.
E abra o teu peito ao Grande Amor.

Relaxa tua mente: pensa nas flores da campina...
Ah, lembra-te das montanhas sagradas de outrora.
Lá, onde o Alto desceu em teu coração.

Torna-te menino novamente!
Deixa as coisas do mundo, por um tempo.
Pois os teus amigos querem te ver...

Então, sai do teu corpo*** e alce voo para o zimbório celeste.
Sim, voa livre, em teu Corpo de Luz...
Pois tu vieste da Casa das Estrelas e tua natureza é essa.

Alma amiga, recorda-te do teu Primeiro Amor.
Quem te criou: a Presença!****
Voa contente - escutando o Oran Mor.

Os teus amigos te aguardam, além da linha do horizonte.
Então, voa, alma celta - e ganha os espaços ignotos...
Além, muito além dos sonhos, realiza o teu Ser.

P.S.:
Escuta o Oran Mor.
Voa. Aprende. Trabalha.
Honra os teus pais e teus avós.
Ora. Medita. Canta.
E reverencia a Luz, em tudo.
Alma celta, não te esqueças:
Voa com Amor.
Pois, lá, além das luzes do mundo...
Os teus amigos te esperam.
Ah, que a Presença abençoe esse encontro de almas.

Paz e Luz.

- Wagner Borges - mestre de nada e discípulo de coisa alguma.
São Paulo, 08 de dezembro de 2012.

- Notas:

** Oran Mor - traduzido como "A Grande Melodia" , é o que existe de mais
próximo sobre o mito celta da Criação. Diz-se que o Oran Mor começou no
silêncio, quando nada existia ainda. Depois a canção começou. A vida foi
tocada na existência e a melodia continuou desde então, para aqueles que a
ouvem...

*** Projeção da consciência - é a capacidade parapsíquica - inerente a todas
as criaturas -, que consiste na projeção da consciência para fora de seu
corpo físico.

Sinonímias:

Viagem astral - Ocultismo.
Projeção astral - Teosofia.
Projeção do corpo psíquico - Ordem Rosacruz.
Experiência fora do corpo - Parapsicologia.
Viagem da alma - Eckancar.
Viagem espiritual - Espiritualismo.
Viagem fora do corpo - Diversos projetores extrafísicos e autores.
Emancipação da alma (ou desprendimento espiritual) - Espiritismo.
Arrebatamento espiritual - autores cristãos.

**** A Presença - metáfora celta para o Todo que está em tudo.
Quando os antigos iniciados celtas admiravam os momentos mágicos do
alvorecer e do crepúsculo, costumavam dizer: "Isso é um assombro!" - E assim
era para todas as coisas consideradas como manifestações grandiosas da
Natureza e do ser humano.
Ver o brilho dos olhos da pessoa amada, a beleza plácida da lua, a alegria
do sorriso do filho ou o desabrochar de uma flor eram eventos maravilhosos.
Então, eles ousavam escutar os espíritos das brumas, que lhes ensinaram a
valorizar o Dom da vida e a perceber a pulsação de uma PRESENÇA em tudo.
A partir daí, eles passaram a referir-se ao TODO QUE ESTÁ EM TUDO como a
PRESENÇA que anima a Natureza e os seres. Se a luz da vida era um assombro
de grandiosidade, maior ainda era a maravilha da PRESENÇA que gerava essa
grandiosidade. Perceber essa PRESENÇA em tudo era um assombro! E saber que o sol, a lua, o ser amado, os filhos, as flores e a natureza eram expressões maravilhosas
dessa totalidade, levava os iniciados daquele contexto antigo da Europa a
dizerem: "Que assombro!" Hoje, inspirado pelos amigos invisíveis celtas, deixo registrado aqui nesses escritos o "terno assombro" que sinto ao meditar na PRESENÇA que está em tudo. E lembro-me dos ensinamentos herméticos inspirados no sábio estelar Hermes Trismegistro, que dizia no antigo Egito: "O TODO está em tudo! O
Inefável é invisível aos olhos da carne, mas é visível à inteligência e ao
coração". O TODO ou a PRESENÇA, tanto faz o nome que se dê. O que importa mesmo é a grandiosidade de se meditar nisso; essa mesma grandiosidade de pensar nos
zilhões de sóis e nas miríades de seres espalhados pela vastidão
interdimensional do Multiverso, e de se maravilhar ao se perceber como uma
pequena partícula energética consciente e integrante dessa totalidade, e
poder dizer de coração: "Caramba, que assombro!"

Wagner Borges – I.P.P.B.