Este blog não é canal oficial para nenhum grupo ou personalidade. Não busca atrair nenhum indivíduo ou grupo a fazer parte de qualquer grupo. Liberdade, soberania e abundância ilimitada para todos. Confie na sua intuição e procure sempre a validação ou não das informações postadas aqui em outras fontes. Você é o único dono de sua Energia - corpo-mente-alma-emoções - de sua Vida; e o Único Senhor de Si Mesmo, com a bênção do seu Criador/Criadora.

segunda-feira, 28 de maio de 2018

(3/4) MAIS 10 Supostos Insiders de Programas Espaciais Secretos

> MAIS 10 Supostos Insiders de Programas Espaciais Secretos < 

10 More Secret Space Program Insiders 
SAMUEL POPEJOY ( MARCH 30, 2018) 
http://listverse.com/2018/03/30/10-more-secret-space-program-insiders/

 Mais 10Insiders’ de Programas Espaciais Secretos: 
Tradução de contato estelar: 

Nem todos os avistamentos de OVNIs podem ser passados como boatos ou balões meteorológicos. A questão é se esses objetos misteriosos são visitantes de outros mundos ou exemplos de tecnologia humana não revelada. Como se expandiu para uma hegemonia global, o governo dos EUA não conseguiu se manter fiel aos ideais de transparência e responsabilidade defendidos pelos pais fundadores. Ao longo dos anos, muitos segredos foram mantidos do povo americano por razões nobres e nefastas. Mas de onde viria o financiamento para desenvolver secretamente aeronaves e espaçonaves altamente avançadas?

De acordo com o professor de economia da Michigan State University, Mark Skidmore, mais de US $ 21 trilhões estão faltando no Tesouro dos Estados Unidos. [1] A maior parte desse dinheiro foi gasto pelo Pentágono. Com esse tipo de financiamento, qualquer número de projetos orçamentários negros poderia ser desenvolvido completamente fora da esfera da consciência pública. Mas além do financiamento, um programa espacial secreto também precisaria de pessoal para trabalhar neles.

Ao longo dos anos, os informantes/denunciantes [whistle-blowers] vieram a publico - com risco pessoal significativo - compartilhar histórias de seus envolvimentos em tais operações secretas. Eles descreveram suas experiências detalhadamente e corroboraram independentemente os testemunhos de cada um. A maior parte da atenção que receberam foi negativa, e as recompensas financeiras foram quase nulas. Embora o ceticismo seja o coração da busca da verdade, a mente aberta é o núcleo da descoberta. Aqui estão mais dez histórias de indivíduos que afirmam ter conhecimento privilegiado sobre programas espaciais secretos.


10:     Laura Eisenhower


Laura Eisenhower é a bisneta do general condecorado da Segunda Guerra Mundial e presidente dos Estados Unidos, Dwight D. Eisenhower. Durante seu discurso de despedida, o presidente Eisenhower advertiu sobre a influência [poder] injustificada que havia sido obtida pelo complexo industrial-militar. De acordo com declarações suas, ela própria testemunhou os resultados desse poder desenfreado em 2006. Laura Eisenhower relata que ela tem sido alvo de forças das trevas desde o seu nascimento devido a sua ascendência. Em 2006, ela foi levada a se apaixonar por um agente do governo paralelo.


Esse homem, conhecido como “Agente X”, insistiu incessantemente para ela se juntar a uma colônia humana em Marte. Ela foi capaz de se livrar dessa situação e tem participado de conferências em ufologia. Laura Eisenhower está convencida de que seu bisavô era um ardente oponente de uma conspiração oculta que tem secretamente governado assuntos mundiais por séculos com assistência extraterrestre e que se manifestou muito no Terceiro Reich. [2] Eisenhower não está convencida de que os poderes representados pelos nazistas terminaram com a Segunda Guerra Mundial, e dedicou sua vida a desmantelar a influência injustificada sobre a qual seu ancestral advertiu o mundo.


09:     Andrew Basiago


Laura Eisenhower não é a única suposta testemunha de uma suposta colônia humana em Marte. Andrew Basiago afirma ter visitado uma colônia de Marte em 1981 como parte de seu trabalho para o governo como uma criança viajante do tempo. Andrew foi selecionado para este programa devido ao envolvimento de seu pai o engenheiro Raymond F. Basiago no desenvolvimento do Projeto Pegasus da DARPA, um programa secreto de viagem no tempo que Basiago quer revelar para o mundo. [3] Como parte de seu trabalho com o Projeto Pegasus, Basiago foi enviado de volta no tempo para testemunhar eventos históricos importantes, como o discurso de Gettysburg. Basiago até produziu uma foto sua participando do importante discurso de Lincoln como um garotinho. Andrew também foi enviado para o futuro e conheceu a identidade de todos os futuros presidentes dos EUA até o ano de 2054.

Embora ele fosse bem treinado pela DARPA, Basiago certamente não estava pronto para a revelação de que ele também ocuparia o Salão Oval. Basiago, um advogado de sucesso de Vancouver, Washington, concorreu como independente nas eleições presidenciais de 2016. Embora ele não tenha conseguido muitos votos, está convencido de que ele servirá como presidente ou vice-presidente dos Estados Unidos antes de 2028. Dado o histórico de predições presidenciais de Andrew, ele pode não estar errado: Antes da eleição de 2016, ele afirmou que não tinha dados sobre Hillary Clinton como presidente, mas lembrou-se de seu pai prestando especial atenção à aparição de Donald Trump no The Phil Donahue Show.


08:      Randy Cramer


Randy Cramer teve uma estadia muito mais longa em Marte do que a breve missão de reconhecimento de Basiago. De acordo com o depoimento de Cramer, ele ficou estacionado em Marte por 17 anos como capitão na “Seção Especial” do Corpo de Fuzileiros Navais [Marine Corps’s “Special Section”]. Cramer diz que a Seção Especial foi criada pelo Presidente Eisenhower para equilibrar o poder descontrolado do grupo MJ-12 e alega que ele fazia parte de uma Força de Defesa de Marte [Mars Defense Force], composta por membros de elite da Seção Especial. Em 2014, Cramer recebeu autorização de um general de brigada da Seção Especial para contar sua história completa.

Desde então, Randy vem compartilhando com o mundo suas experiências como piloto naves espaciais. Cramer afirma que um programa espacial secreto dentro da Marinha dos EUA estabeleceu uma base na Lua nos anos 50 e outra em Marte nos anos 60. Ele também diz que a atmosfera em Marte é respirável nas regiões equatoriais, que o planeta é habitado por várias raças autóctones, e que Donald Rumsfeld esteve presente em Marte na sua cerimônia de aposentadoria. Corroborando o testemunho de vários outros membros do programa espacial secreto, Cramer afirma que ele foi regredido por idade [age-regressed] no final de sua participação de 20 anos. [4] Depois de voltar ao seu corpo adolescente, Randy levou algum tempo para recuperar qualquer memória de seu serviço militar no espaço.


07:     Gary McKinnon


Em 2002, Gary McKinnon foi preso por invadir 97 computadores militares da NASA nos EUA. McKinnon estava convencido de que o governo dos Estados Unidos estava retendo do público informações sobre os OVNIs[5]. Mais importante ainda, McKinnon afirma que as agências governamentais encobriram informações sobre o tipo de tecnologia que os extraterrestres tem usado para chegar à Terra: energia de ponto zero [zero-point energy]. Também conhecida como energia livre, a liberação da tecnologia de energia de ponto zero salvaria o meio ambiente do planeta dos perigos dos combustíveis fósseis e levaria o sistema econômico vigente ao colapso.

Muitos pesquisadores afirmam que manter energia de ponto zero longe do público é a principal razão pela qual a informação sobre contato extraterrestre foi suprimida. Enquanto McKinnon lia os arquivos secretos da NASA usando seu modem de 56K, McKinnon se deparou com um imenso depósito de fotografias de OVNIs que haviam sido originadas de imagens de satélite. Alterando os níveis de qualidade das imagens, McKinnon foi capaz de vislumbrar uma imagem representando um OVNI em forma de charuto prateado com esferas geodésicas de cada lado antes que a NASA percebesse o que estava acontecendo e cortasse sua conexão. McKinnon também ganhou acesso a uma planilha secreta da NASA em Excel, intitulada "Oficiais Não Terrestres". Esse banco de dados continha nomes de oficiais da Força Aérea dos Estados Unidos que não estão listados em nenhum outro lugar e informações sobre transferências de nave-para-nave entre naves que não existem oficialmente.


06:     Pete Peterson


Pete Peterson alega que seu avô era o assistente de engenharia de Nikola Tesla. Peterson cresceu aprendendo uma versão da ciência muito diferente daquela que é ensinada nos principais sistemas educacionais, e na oitava série, ele construiu uma antena tão poderosa que chamou a atenção do governo dos EUA. Ele foi contratado pelo governo ainda adolescente e começou a trabalhar no desenvolvimento de naves espaciais secretas. [6] De acordo com seu depoimento, Peterson também construiu um chip de computador baseado em fótons de 144 núcleos [a 144-core phoon[photon???]-based computer chip] capaz de resolver equações incrivelmente complexas em uma fração do tempo gasto pelos supercomputadores convencionais mais rápidos.

Peterson revela a existência de uma avançada antiga civilização enterrada sob as areias do deserto do Saara, túneis alienígenas sob as linhas de Nazca no Peru e uma civilização separatista nazista que se infiltrou no governo dos EUA na década de 1950. Pete Peterson é um dos principais informantes [insiders] do pesquisador esotérico David Wilcock, e as alegações deste suposto prodígioso informante de OVNIs corroboraram os testemunhos dados por outros insiders como Corey Goode, William Tompkins, e a fonte anônima de Wilcock conhecido apenas como "Jacob".


05:    Dan Sherman


Entre as idades de dez e 11 anos, Dan Sherman era frequentemente visitado por um major que estava estacionado em uma base próxima da Força Aérea. Major Roberts agraciava o jovem Dan com estorias fascinantes do serviço da Força Aérea e o encorajou fortemente a se alistar; Dan posteriormente não perdeu tempo em se juntar assim que se tornou maior de idade. De acordo com seu testemunho, Sherman tinha sido geneticamente modificado no útero por militares para se tornar um candidato principal numa carreira de comunicação telepática com extraterrestres.

Sherman também serviu como especialista em inteligência eletrônica, mas a parte verdadeiramente fascinante de sua carreira de 12 anos na Força Aérea foi seu suposto envolvimento em um programa secreto chamado “Project Preserve Destiny” que foi operado por agentes desleais sob os auspícios da NSA. Apos ser treinado para influenciar telepaticamente uma imagem na tela de um computador, Sherman foi designado para se comunicar com uma entidade extraterrestre que ele carinhosamente chamou de “Spock”. [7] Spock e Sherman nunca se encontraram cara a cara, mas ele alega que recebeu telepaticamente informações técnicas sobre abduções de humanos que incluíam dados de coordenadas geográficas e limiares de dor.

De acordo com outros insiders, foi feito um acordo na década de 1950 entre governos da Terra e grupos extraterrestres que permitiam a abdução de seres humanos em troca de tecnologia avançada. Limites rígidos de abdução foram estabelecidos, mas logo ficou aparente que os alienígenas não estavam seguindo as regras [não todos grupos ETs realizam abduções]. Não havia nada que os governos da Terra pudessem fazer até desenvolver uma grade defensiva em torno do sistema solar chamado "Solar Warden", que agora determina quais naves podem entrar na atmosfera da Terra. [Na verdade, como se sabe, foi criado um programa espacial secreto, ou melhor, uma facção dentro de um programa espacial secreto americano, chamada de "Solar Warden", que tinha entre suas funções policiar o Sistema Solar e consequentemente a Terra, contra a chegada de ETs negativos que pudessem causar mal aos seres humanos da Terra; Na verdade, proteção apenas contra os ETs negativos que não estavam 'fechados' com os governos da Terra, e não contra os ETs negativos que tinham - tem - diversos acordos nefastos de cooperação com governos da Terra.]

Com a suposta data do inicio do Solar Warden em 1980, é possível que Sherman possa estar recebendo informações de abdução de grupos ETs que só recentemente foram forçados a entrar na linha de divulgação completa de suas operações.


04:     Clifford Stone


Como Dan Sherman, Clifford Stone também foi convencido a uma carreira militar por um oficial carismático. Quando Stone era criança, o Capitão Brown, da Força Aérea dos Estados Unidos, iniciou uma conversa com ele em uma livraria local e frequentemente por anos visitou a residência de Stone. Quando Clifford recebeu uma minuta de notificação pelo correio, ele estava naturalmente ansioso para se alistar apesar de suas inaptidões médicas, mas para sua grande surpresa, ele foi aceito no exército de qualquer modo. Logo ficou claro para Stone que o governo dos EUA tinha algo em mente para ele além do serviço padrão. Seus oficiais superiores ficavam perguntando se ele estava interessado em OVNIs, e então um dia, um conhecido da NSA o levou, sem aviso, para uma sala ocupada por um alienígena 'grey'. [8] Foi revelado a Stone que seu trabalho seria interagir com extraterrestres como um empata intuitivo. Clifford não era estranho a contatos alienígenas; ele havia encontrado uma variedade de seres sobrenaturais quando criança. Mas ele estava totalmente despreparado para o modo deplorável com que os militares tratavam seus “convidados” extraterrestres. Em uma ocasião, ele supostamente até ajudou um prisioneiro alienígena a realizar uma ousada fuga de presos. Quando Stone era jovem, um amigo extraterrestre lhe contara que ele era diferente da maioria dos outros humanos porque ele "tinha um coração". Essa observação não poderia estar longe da verdade, já que Clifford ainda se desmancha em lágrimas quando se lembra de seu tempo trabalhando como um contado de alienígena.


03:    Bill Lear

John Lear (filho; a imagem no artigo original)

Bill Lear (William Powell Lear, 1902/1978)

Bill Lear é lembrado como o inventor do Learjet. Mas, de acordo com seu filho John, Bill Lear também estava envolvido no desenvolvimento de aeronaves antigravitacionais para o governo dos Estados Unidos. [9] De acordo com William Tompkins - outro membro do programa espacial secreto que alega ter recebido telepaticamente informações de extraterrestres [tipo] nórdicos sobre como construir naves espaciais avançadas - empresas de aviação como a Lear receberam regularmente projetos da equipe de Tompkins que os instruiu como construir veículos alienígenas reproduzidos [alien reproduction vehicles (ARVs)]. As conexões secretas do programa espacial de Lear não param por aí: Na década de 1980, J. Lear se tornou amigo de Bob Lazar, um "whistle-blower" que supostamente ajudou a desenvolver engenharia reversa espacial alienígena na Área 51. De acordo com Lear, Lazar era inicialmente cético sobre a existência de OVNIs. Mas quando Lear o convenceu a arrumar um emprego na Área 51, Lazar logo convidaria seus amigos para o deserto para assistir os vôos de quarta-feira à noite semanalmente. Os patrões de Lazar não gostavam muito de sua língua solta e ele logo foi levado a deixar o emprego. Mas enquanto Lazar optou por evitar a comunidade ufológica, Lear optou por permanecer envolvido no movimento de divulgação e compartilhar suas pesquisas de uma vida toda sobre programas espaciais secretos.


02: Niara Isley


Entre 1979 e 1984, Niara Isley serviu na Força Aérea dos Estados Unidos como aviadora de primeira classe. Ela estava estacionada na Base Nellis da Força Aérea como especialista em radar e ajudava os pilotos de caça a aprender como evitar a detecção por radar. Enquanto seu trabalho durante o dia era em grande parte mundano, Niara alega que ela também recebeu tarefas especiais que ainda a assombram até hoje. Isley relata que em uma ocasião, ela foi levada de seu apartamento por oficiais da Força Aérea tarde da noite. Sem qualquer explicação, ela foi levada para o meio do deserto em uma van de radar e instruída a rastrear qualquer coisa que aparecesse no céu. Quando um OVNI gigantesco e vibrante parou a cerca de 46 metros da van, Niara ficou aterrorizada, mas ela seguiu as ordens mesmo assim. Os horrores realmente começaram depois que Niara foi levada a um local não revelado logo após seu encontro com o OVNI. Ela relata que foi injetada com uma droga que fez com que se sentisse como se “a ligação molecular entre as moléculas [dela] estivesse sendo dissolvida”. [10] Depois que os efeitos indutores de gritos da medicação se dissiparam, ela foi levada para um quarto onde foi estuprada por dois seguranças. Presentes à atrocidade estavam sete humanos e um alienígena grey. Niara conta que em outra ocasião, ela foi levada para a Lua em um OVNI de engenharia reversa. Enquanto em trânsito, ela teve um vislumbre de um alienígena reptiliano alto que ela acredita era o piloto da nave. Quando ela chegou na Lua, ela foi privada do sono e forçada a fazer sexo com humanos estacionados em uma base lunar secreta.


01: Emery Smith


Emery Smith afirma ter coletado amostras de mais de 3.000 tecidos extraterrestres. É possível que alguns desses tecidos tenham sido geneticamente modificados por seres humanos, uma vez que Smith afirma que cientistas humanos têm misturado o DNA de diferentes espécies - terrestres e extraterrestres - por décadas para criar formas novas e bizarras de vida. [11] Smith foi destaque no documentário Sirius, no qual ele e o Dr. Steven Greer dissecam um minúsculo humanoide de origem desconhecida. Todos os dias após a conclusão de seus deveres normais na Força Aérea, Smith era levado a uma subterrânea instalação secreta de pesquisas, onde recebia suprimentos aparentemente infinitos de extraordinários tecidos biológicos . Era o trabalho de Emery selecionar amostras sem fazer perguntas. Como recompensa por sua boa[?] atuação, ele gradualmente progrediu[?], de receber tecidos do tamanho de um filé de salmão para partes reconhecíveis de corpos inteiros. É crença de Emery que pelo menos algumas dessas amostras foram recebidas em comércio com sociedades extraterrestres. Por anos, Emery Smith forneceu informações a David Wilcock em segredo sob o pseudônimo de "Paul". Mas quando agentes desconhecidos colidiram com seu carro de frente com ele dirigindo, derrubaram o portão de sua casa, roubaram itens de compartimentos secretos nas paredes que só ele conhecia e deixaram uma bala de calibre militar na bancada da cozinha como um aviso, Emery percebeu que ele estava em mais perigo escondido do que à luz do escrutínio público.

***

Tradução de contato estelar

Um excelente resumo (principalmente para os recém chegados) que pode ser repostado em todos os canais de mídia.

*